IWC Portugese 3714 Chronograph White Dial

IWC Portugese 3714 Chronograph White Dial

$0.00Price

Probably one of my favourite chronographs by IWC, the Portugese is a great daily classic and perfect proportions. The watch is very clean with nice case and original band. The band shows a small defect at the first leather ring. 

 

*** The pictures may show the reflexion of the camera lens, black spots mostly ***

Details:

Make: IWC

Model: Portugese Chronograph 3714 White Dial 

Reference: 3714

Year: 2010's

Material: Stainless Steel

Dimensions: 41mm

Crystal: Sapphire Glass

Movement: Automatic

Bracelet/Strap: Original

Lug Width: --mm

Box/Papers: No/No

    Quem deve se cadastrar no GEDAVE no Estado de São Paulo?


    É obrigatório o cadastramento para pessoas físicas que exerçam atividade de produção e manejo de aves ou detenham a posse de propriedade utilizada para essa finalidade, nesse caso, realizando o cadastro como pessoa física e seguindo os passos para cadastramento de produtores. Também é obrigatório para pessoas jurídicas que exerçam qualquer atividade relacionada ou possam aglomerar aves, incluindo produtores rurais registrados com CNPJ, lojas de insumos e comércio de rações, lojas de animais, laboratórios produtores de vacinas e estabelecimentos que as comercializem. Por fim, muitos procedimentos só podem ser registrados no GEDAVE por um veterinário, que também deve se cadastrar.




    Quais podem ser as consequências de vender ou comprar aves irregulares?


    As consequências são as mesmas no caso de lojistas, granjas e produtores, com exceção apenas no local onde foram autuadas as aves. Nesse caso, o infrator deverá arcar com as custas do abate após a apreensão das aves que forem flagradas irregularmente. Além da apreensão das aves, o infrator e o vendedor serão multados em 5 UFESPs por cabeça (R$138,05 em Set/2020). Com consumidores e fornecedores exigindo certificação e a intensificação da fiscalização -- gerando prejuízos que para muitos lojistas podem inviabilizar a continuidade do negócio,os estabelecimentos irregulares acabarão sendo forçados a aderir a lei para continuar trabalhando.




    Por que o consumidor deve comprar apenas aves certificadas ao adquirí-las do produtor?


    O consumidor tem o direito de exiigir que o lojista forneça aves certificadas, e pode inclusive verificar se o estabelecimento cumpre essa exigência legal no site da Defesa Agropecuária, preenchendo o formulário com o número do CNPJ do lojista neste link. Os caipiras melhorados, caipiras gigantes ou pesadões são aves diferentes dos caipiras nativos (ou pé duro). Estas aves foram aprimoradas genéticamente por processos sofisticados para aumentar seu potencial de produção ou atributos específicos (no caso do Vermelho, por exemplo, aumento de porte e aptidão para corte, no caso da Embrapa 051, alta produtividade na produção de ovos, etc). Infelizmente, ainda existem no nosso mercado casos de "falsificação" ou "miscigenação", ou seja, aves que não são derivadas de matrizes, mas de outras cruzas. Não há como saber qual a produtividade que essas aves podem atingir, sequer a resistência a doenças ou se não há contaminação prévia. A única garantia para o consumidor é a certificação, que em São Paulo corresponde ao GEDAVE.




    Porque o produtor deve exigir aves certificadas do lojista?


    O produtor só pode garantir ao consumidor a procedência e originalidade do material genético das aves, o manejo correto preservando padrões sanitários e ausência de contaminação por salmonella ou micoplasmose ao cadastrar-se no sistema de certificação que, no caso de São Paulo, é realizado através do GEDAVE. Para produtores e criadores pessoas física, inclusive, esse registro é inteiramente gratuito. Da mesma forma, ao adquirir as aves, para ter as mesmas garantias, deve-se exigir do lojista ou da Granja a certificação ( através, por exemplo, da emissão do e-GTA). Produtores e criadores também estão sujeitos à fiscalização e multa caso suas aves não sejam certificadas ou sua propriedade não seja cadastrada: a multa de 5 UFESPs por cabeça (R$128,05) para o comprador e vendedor, apreensão das aves e custeio do abate por conta do produtor.




    Porque o lojista deve comprar e vender apenas aves certificadas?


    O mercado de aves caipiras está crescendo e isso exige a profissionalização da atividade. Com o aumento das vendas e pressão dos consumidores, há um aumento da fiscalização, com inúmeros casos de autuação e impactos financeiros terríveis sobre o lojista, que as vezes pode até inviabilizar a continuidade do negócio. Os lojistas e revendedores que estão dispostos a comprar aves irregulares também permitem que pessoas más intencionadas vendam aves de procedência duvidosa, não originárias de matrizes e, portanto, sem qualquer garantia de produtividade, desempenho ou saúde (o que o consumidor irá associar diretamente a você). A prévia contaminação por salmonella ou micoplasmose, por exemplo, além de provocar doenças graves em seres humanos, pode trazer problemas para o lojista não só com a Defesa Agropecuária, mas com a Vigilância Sanitária. Por fim, a certificação permite trabalhar tranquilo, seguindo todos os padrões e sem risco de autuação, que no caso do GEDAVE, é bem pesada: a multa é de 5 UFESPs (R$128,05 em 12/09/2020) por cabeça, terá as aves apreendidas e deverá custear o abate das aves pelo Estado, ao mesmo tempo em que o fornecedor também será multado




    O que são aves certificadas?


    Aves certificadas são aquelas cuja cadeia de produção é certificada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária através dos órgãos de controle estaduais. No caso de São Paulo, esse controle é realizado pela Defesa Agropecuária através do sistema GEDAVE. A certificação das aves é a única maneira de garantir a procedência do material genético (ou seja, se a ave é mesmo original e pode atingir os padrões da raça), a segurança contra salmonella e micoplasmose (doenças que podem ser fatais inclusive em humanos) e, principalmente, a tranquilidade de trabalhar com aves legalizadas, sem riscos de ter de pagar multas altíssimas e perder todas as aves.




    Como é feita a certificação no Estado de São Paulo?


    A obrigatoriedade desse registro vigora em todo o território nacional, e a competência de fiscalização é de responsabilidade de cada Estado. Para garantir a qualidade e o cumprimento de todos os padrões sanitários na criação de aves, pecuária e produtos de agricultura, a Defesa Agropecuária do Estado de São Paulo criou o GEDAVE, sistema informatizado de gestão e emissão de GTA que deve ser utilizado por toda a cadeia de produção -- inclusive pelos consumidores finais.




    A Granja Cantareira oferece consultoria para revendedores e lojistas para obter a certificação?


    Temos grande interesse no crescimento e profissionalização do mercado de aves caipiras, além de prezar pela biosseguridade e qualidade. Além de ampla campanha pelos canais digitais, prestamos consultoria gratuita para nossos revendedores e clientes, acompanhando o processo desde o pré-cadastro até a obtenção do registro. Para mais informações, entre em contato com nosso departamento comercial através do telefone (11) 44115715 ou Whatsapp (11) 94780-5707.




    Tenho outras dúvidas


    Por favor, fale conosco caso tenha outras dúvidas que não foram sanadas nesta página. A resposta pode ser incluída nesta lista. Inscreva-se no rodapé da página para ser avisado em caso de atualizações.




    As aves da Granja Cantareira são certificadas?


    A Granja Cantareira é certificada pelo GEDAVE e atua em conformidade com todos os regulamentos e exigências legais em todas as áreas, sejam sanitárias, trabalhistas e fiscais, mas ser um estabelecimento certificado não basta para garantir que as aves sejam certificadas. Garantimos a certificação das aves através dos registros de cada transferência (movimentação) de aves, ou seja, a e-GTA (Guia de Transporte Animal) que registra o recebimento das aves pela Granja, emitida pelo fornecedor, e a e-GTA que emitimos ao vender as aves.




    O fiscal pode realizar o cadastro ou cobrança de valores?


    Não. No ato do cadastramento é emitida uma guia de pagamento para o Governo do Estado, que pode ser paga em qualquer banco. Quaisquer custas decorrentes de autuações também são pagas diretamente para o Estado através de guias específicas. Como a fiscalização pode ser exercida tanto pelo município quanto pelo governo do Estado, se o fiscal realizar cobranças ou solicitar pagamentos faça a denúncia para a ouvidora do município ou Estado




    Não sou cliente da Granja ou quero realizar o cadastro por conta própria, o que devo fazer?


    O processo para cadastramento é relativamente simples e conta inclusive com passo-a-passo em vídeo da própria defesa agropecuária:

    A Defesa Agropecuária oferece canais virtuais de atendimento em seu site.




    Como posso saber se o estabelecimento é certificado?


    A consulta da regularidade do cadastro do GEDAVE dos estabelecimentos do Estado de São Paulo é pública e pode ser feita com o número do CNPJ neste link. ATENÇÃO: junto com o número da certificação, deve-se verificar se o cadastro está ativo, informação que consta nesse mesmo formulário. Além disso, toda transferência de aves (entre granjas, de granjas para lojistas, etc.) também é registrada no sistema e gera um documento comprovatório, o e-GTA.




    O que são salmonellas (ou salmonelose)?


    As salmonellas são um gênero de bactérias comuns aos homens e animais. e mesmo fora do organismo, podem sobreviver por longos períodos de tempo em matéria orgânica e umidade. De acordo com o Ministério da Saúde, “a transmissão se dá com a ingestão de alimentos contaminados com fezes de animais a bactéria é encontrada normalmente em animais como galinhas, porcos, répteis, anfíbios, vacas e até mesmo em animais domésticos, como cachorros e gatos”.
    A infecção das aves por salmonella — ou salmonelose — é considerada um risco para a saúde pública, e toda granja reprodutora deve ser monitorada para detecção de salmonelas. Se detectada a contaminação por salmonela tifóide (tifo aviário), todo o lote deve ser sacrificado e os ovos eliminados.
    Saiba mais:




    O que são micoplasmas (ou micoplasmose)?


    Existem diversos gêneros de micoplasmas, e nem todos são agentes patogênicos. De acordo com o MAPA, a micoplasmose aviária ocorre a partir da contaminação por mycoplasma gallisepticum, mycoplasma synoviae ou mycoplasma meleagridis. Com a facilidade de transmissão entre as aves e altos custos de vacinas ou medicamentos, a melhor forma de controle é evitar a contaminação. Saiba mais:





    • Facebook - White Circle
    • Google+ - White Circle
    • Instagram - White Circle

    ©2016 byTimeMerchants. All rights reserved

    999 Saint-Antoine St W, Montreal, QC H3C 4M7  |  info@timemerchants.ca  |  1-438-321-6615